Como Morreu ELIZABETH TAYLOR

COMO MORREU

ELIZABETH TAYLOR

 

Nome completo: Elizabeth Rosemond Taylor

Nacionalidade: Inglesa

Nascimento: 27 de Fevereiro de 1932

Morreu em: 23 de Março de 2011

Idade: 79 anos

Profissão: Atriz

Lugar da morte: No hospital Cedars-Sinai Medical Center em Los Angeles, (Estados Unidos)

 

Causa de morte: 

 “INSUFICIÊNCIA CARDÍACA, INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO”

 

Como faleceu ELIZABETH TAYLOR: Depois da separação com Hilton, Taylor experimentou graves problemas de saúde e por cada problema em sua vida pessoal, a saúde piorava.

Elizabeth Taylor foi hospitalizada em mais de 70 vezes e submetida a mais de 20 operações.

Em muitas oportunidades as manchetes dos jornais erroneamente anunciaram que Taylor estava perto da morte.

O peso de Elizabeth variava constantemente alcançando desde 54 até 82 quilos nos anos 80.

Na década de 1950 desenvolveu um vício em cigarro e temia padecer de câncer de pulmão quando em outubro de 1975 uns exames de raios-X lhe mostraram manchas em seus pulmões, por isso realizou um tratamento para evitar a doença.

Taylor fraturou as costas cinco vezes e teve duas próteses de quadril, tinha uma histerectomia e sofria também de disenteria e flebite, seu esôfago foi perfurado e sobreviveu a um benigno tumor cerebral erradicado em 1997 e a um câncer de pele e teve ataques de pneumonia que ameaçaram com sua vida em duas ocasiões.

Em 1983 Taylor reconheceu ser dependente em comprimidos para dormir e aos analgésicos durante 35 anos. Recebeu tratamento por seu alcoolismo e sua dependência as drogas, desde dezembro 1983 até janeiro de 1984 e novamente a partir de outono de 1988 até início de 1989.

Em 30 de maio de 2006 apareceu em Larry King Live para negar as afirmações de que ela havia estado doente e as acusações de que sofria da doença de Alzheimer.

Começou a utilizar uma cadeira de rodas e quando lhe perguntaram a respeito, disse que tinha osteoporoses e que havia nascido com escoliose.

No final de 2004, Taylor anunciou que padecia de insuficiência cardíaca congestiva, uma doença progressiva na qual o coração se debilita deixando de bombear suficiente sangue para todo o corpo particularmente para as extremidades inferiores.

Em 2009 foi submetida a uma cirurgia cardíaca para substituir uma válvula perfurada.

Em fevereiro de 2011 devido a uma dita insuficiência cardíaca fizeram que fosse internada no hospital Cedars-Sinai Medical Center em Los Angeles para um tratamento onde permaneceu até sua morte rodeada de seus quatro filhos.

Foi sepultada em uma cerimônia judia no Forest Lawn Memorial Park em Glendale, Califórnia. Taylor está enterrada no Gran Mausoléu, onde o acesso público a seu túmulo está restringido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *