ComoMorreu ARMANDO REVERÓN

COMO MORREU

ARMANDO REVERÓN

 

 

Nome completo: Armando Julio Reverón Travieso

Nacionalidade: Venezuelano

Nascimento: 10 de maio de 1889

Morreu em: 18 de setembro de 1954

Idade: 65 anos

Profissão: Artista Plástico, Pintor, Escultor

Lugar da morte: Sanatório “San Jorge” Em Catia, Caracas (Venezuela)

 

Causa de morte: 

 “ACIDENTE CEREBRAL VASCULAR”

 

 

Como faleceu ARMANDO REVERÓN: Até o momento de sua morte, o destacado pintor teve domínio de suas faculdades artísticas. Em sua adolescência sofreu de febre tifoide e de acordo com seu psiquiatra como provável consequência, posteriormente ficou sofrendo de algo chamado de esquizofrenia tardia. Além disso, teve um pai dependente de droga, antecedente de risco que talvez passou hereditariamente em seu futuro.

Durante boa parte de sua vida o pintor esteve internado em uma clínica psiquiátrica San Jorge, atendido pelo psiquiatra Báez Finol. A última de suas crises começou no ano de 1953. Sofria de delírios alucinatórios e hipertensão, além de um processo depressivo. Estava medicado com baixas dosagens de medicamentos pela condição que apresentava. Neste mesmo ano foi conferido o prêmio nacional de pintura.

Chegando ao final de sua existência e tendo uma recaída importante de sua doença passou oito meses internado, desta vez de maneira definitiva e ainda estando doente seu gênio criador não cessou, porque realizou 12 quadros no sanatório, tendo como modelos os médicos, enfermeiras e quem estivesse por ali. Através de sua expressão artística buscava curar seu equilíbrio emocional.

Em 18 de setembro de 1954 seu coração e seu cérebro lhe pregou uma peça, e assim falece o gênio da luz por causa de um acidente cerebrovascular. Seu velório foi no centro de Belas Artes em Caracas. Os restos mortais do artista descansam no Cemitério Geral do Sul e provavelmente serão transladados para o Panteão Nacional.

 

SAIBA COMO ELES MORRERAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *