Como Morreu FERREIRA GULLAR

COMO MORREU
FERREIRA GULLAR

Nome completo: José Ribamar Ferreira

Nacionalidade: Brasileiro

Nascimento: 10 de Setembro de 1930

Morreu em: 04 de Dezembro de 2016

Idade: 86 anos

Profissão: Escritor/Poeta

Lugar da morte: Hospital Copa D’OR, na Zona Sul do Rio de Janeiro

Causa da morte:

“PNEUMONIA”

Como faleceu FERREIRA GULLAR: O poeta morreu em decorrência de vários problemas respiratórios que culminaram numa pneumonia.

Gullar sentiu-se mal na madrugada do dia 09 de novembro de 2016. Com intensa falta de ar foi levado para o hospital Copa D’OR, no Rio de Janeiro. Os médicos diagnosticaram uma pneumotórax (a entrada de ar na pleura, a fina camada que recobre os pulmões). O problema era reflexo de seu tempo de fumante, ainda que estivesse livre do cigarro há mais de 20 anos. O ar da pleura comprime os pulmões e o faz murchar. Nos 25 dias de internação, os médicos trataram a lesão na pleura. Instalaram um dreno para a retirada do ar e esperavam os pulmões expandirem para liberá-lo. Estava tudo dando certo. A pleura estava fechando, os pulmões expandindo. Eles tirariam o dreno nos próximos dias e ele já receberia alta. Mas, infelizmente ele teve uma recaída e veio a falecer.

Sua esposa dizia na época que o marido tinha boa saúde e que nos três dias antes da internação tinham ido ao cinema e passeado. Que ele não tinha nada no coração e indisposição por nada, que essas doenças são silenciosas. O casal imaginava que a internação seria curta. Preferiu não alarmar os amigos. Com o passar das semanas começou a contar a um e outro sobre a internação. Nas primeiras semanas Gullar escreveu de próprio punho a crônica semanal publicada no jornal Folha de São Paulo. Depois com o agravamento do caso passou a ditar o texto para a mulher. “Ele era poesia pura”. “A poesia esta aí”. “A obra vai ficar”, afirmou a esposa.

Em 2014, foi eleito “imortal” da Academia Brasileira de letras (ABL) e ocupou a trigésima sétima cadeira.

Seu último livro foi “Autobiografia poética e outros textos”, lançado em 2016.

Ele deixa esposa, dois filhos e oito netos.

Seus restos mortais se encontram no Mausoléu da ABL, no cemitério São João Batista , no Rio de Janeiro,

SAIBA COMO ELES MORRERAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *