COMO MORREU CLÓVIS ACOSTA FERNANDES

COMO MORREU CLÓVIS ACOSTA FERNANDES

Nome completo: Clóvis acosta Fernandes.
Nacionalidade: Brasileiro.
Nascimento: 1955.
Morreu em: 16 de Setembro de 2015.
Idade: 60 anos.
Profissão: Torcedor brasileiro.
Lugar da morte: Na Santa Casa de Misericórdia do Rio Grande do Sul, no Brasil.

Causa da morte:
“CÂNCER”

Como morreu CLÓVIS ACOSTA FERNANDES: O torcedor símbolo de Brasil em Copas do Mundo, faleceu em decorrência de complicações de um câncer nos rins. Ele lutava contra doença há nove anos.

Chimarrão, uma réplica da taça da Copa do Mundo e muita paixão verde e amarela expressa no vestuário. Foi assim que Clóvis se tornou torcedor símbolo após seguir a Seleção Brasileira de Futebol em sete mundiais consecutivos, desde a Copa do Mundo realizada na Itália, em 1990.

A notoriedade, no entanto, viria em 2002, no Mundial da Coréia do Sul e do Japão, em que ele aparecia frequentemente nas transmissões de televisão e tornou-se uma espécie de talismã.

Ele também acompanhava a equipe brasileira de futebol em Copas Américas, das Confederações e Olimpíadas. Ele percorreu mais de 60 países e assistiu a mais de 150 partidas da seleção.

Em 2014, na sua última Copa, Clóvis tirou fotos até com as mulheres dos alemães Götze e Schürrie antes da decisão do Mundial, entre Alemanha e Argentina. Gremista fanático tinha como desejo que parte de suas cinzas fossem jogadas na Arena tricolor e em algum jogo do Brasil.

Após sua morte, em uma entrevista à Rádio Gaúcha, seu filho Frank Damasceno Fernandes disse: “Ele escolheu morrer um dia após o aniversário do Grêmio e na Semana da Farroupilha. Ele era gremista fanático”.

(como morreram outros Brasileiros conhecidos)

Ele deixou quatro filhos. Seus restos mortais se encontram no cemitério São Miguel das Almas, em Porto Alegre, no Brasil.