JOHN LENNON

COMO MORREU JOHN LENNON

COMO MORREU JOHN LENNON

Nome completo: John Winston Ono Lennon.
Nacionalidade: Inglês.
Nascimento: 09 de Outubro de 1940.
Morreu em: 08 de Dezembro de 1980.
Idade: 40 anos.
Profissão: Músico e Compositor.
Lugar da morte: Na porta de seu edifício Dakota, em Nova York (Estados Unidos).

Causa de morte:
“FERIDA POR ARMA DE FOGO E HIPOVOLEMIA”

Como morreu JOHN LENNON: Na tarde de 08 de dezembro de 1980, às 5:00 p.m, John Lennon e Ono sua companheira deixaram o apartamento para misturar a faixa “Walking on Thin Ice”, uma canção de Yoko Ono com Lennon no violão principal na Record Plant Studio.

Enquanto eles caminhavam para sua limusine foram cercados por fanáticos, entre estes, Mark David Chapman.

Era comum os esperarem fora do edifício Dakita para ver Lennon e conseguir um autógrafo.

Chapman era um empregado de hospital com 25 anos e idade e veio de Honolulu, Hawai, e havia ido pela primeira vez para Nova York já com a intenção de matar Lennon em novembro para mudar de opinião e voltou para seu domicílio.

Silenciosamente, ele entregou a Lennon uma cópia de Double Fantasy e Lennon assinou. Após fazê-lo, Lennon educadamente o perguntou: “É só isso o que quer?” e Chapman confirmou. O fotógrafo e fã de Lennon, Paul Goresh registrou uma foto do encontro.

John passou várias horas no estúdio antes de voltar para o edifício às 10:50 da noite e onde não quis comer fora para poder estar em casa a tempo para dar boa noite a seu filho de cinco anos, Sean, e porque Lennon, gostava muito dos fãs que ficavam esperado um bom tempo para vê-lo fora de sua residência com autógrafos e imagens. Saíram de sua limusine na Rua 72, a pesar de que o carro poderia ter ido para a garagem, mais seguro.

O porteiro do edifício Dakota, José Sanjenís Perdomo e um motorista de táxi viram Chapman para na sombra do portão. Ono caminhou na frente de Lennon para a recepção. Enquanto, Lennon passava Chapman disparou cinco balas de ponta oca de um revólver 38 Special em Lennon. Um tiro falhou passando por cima da cabeça de Lennon no lado esquerdo de suas costas e mais dois penetraram pelo seu ombro esquerdo. As quatro balas causaram graves feridas, com ao menos uma delas perfurando sua aorta.

Lennon subiu cindo degraus para a área de segurança, disse “me atingiram” e desmaiou. O zelador Jay Hastings cobriu Lennon com seu uniforme e o tirou os óculos e em seguida chamou a polícia.

Lá fora, o porteiro Perdomo tirou a pistola da mão de Chapman e o chutou longe da calçada. Chapman, sem seguida, jogou o casaco e o chapéu para se preparar para a chegada da polícia para mostrar que não levava nenhum tipo de arma escondida e se sentou na calçada. O porteiro Perdomo gritou para Chapman “Você se dá conta do que fez?”, e o mesmo com muita calma disse: “Sim, acabo de disparar em John Lennon”.
Imediatamente carregaram Lennon em sua viatura e o levaram rapidamente ao Hospital Roosevelt.

Quando Lennon chegou já não tinha pulso e não respirava, abriram o peito de Lennon e tentaram fazer uma massagem cardíaca manual para reestabelecer a circulação, mas o dano aos vasos sanguíneos ao redor do coração era muito grande.

(como morreram outros Musicos Famosos)

Lennon foi declarado morto na chegada da sala de emergências do Roosevelt Hospital às 11:15 da noite pelo Dr. Lynn. A causa da morte se deu por uma hipovolemia causada pela perda de mais de 80% do volume sanguíneo. No dia seguinte, Ono emitiu uma declaração: “Não existe nenhum funeral para John. John amou e rezou pela raça humana. Por favor, façam o mesmo por ele. Com carinho, Yoko e Sean”.

John Lennon foi cremado e seus restos mortais entregados a sua esposa Yoko Ono, onde não se sabe onde os depositou.